segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Desafio de Costura História #2 : Inovação - Stays

EDIT:
Esse post está em rascunhos desde fevereiro! A deadline desse desafio era dia 1 de fevereiro, mas por conta de mil reviravoltas tecnológicas, só tive condições pra editar as imagens semanas depois, pra depois ver que o caimento não ficou bom e ter que refazer algumas partes, e tirar novas fotos pra depois editá-las também. Então 100% pronto ele só ficou dia 06/10.



Número do desafio: #2
Tecido: Tricoline para a parte exterior e brim pro forro.
Molde: Eu desenhei o meu inspirada em moldes da época
Ano da peça: Apróx. 1800-1820
Materiais utilizados: cordão, linha para pesponto, tricoline, brim, barbatanas de plástico, viés de algodão, papel panamá.
Quão historicamente correto é?: 75% *
Total de horas para finalização: Aprox. 5h
Quando utilizou pela primeira vez: Ainda não usado
Custo total: Aprox. R$15~20

*Como eu cálculo a acuidade histórica: 25% aparência, 25% materiais, 25% técnicas, 25% modelagem. Seguirei esse cálculo pros próximos desafios também.

As inovações escolhidas foram duas, nesse caso. O fato de ser um short stays, e ter o fan lacing. 
Os stays começaram a ser mais curtos a partir do final do século XVIII, quando a silhueta começa a ficar mais leve e a cintura a subir, na moda chamada diretório. E o fan lacing, essa amarração cruzada na parte de trás, semelhante a um leque (fan é leque em inglês) e que é presa na frente, apesar de ser mais comum em espartilhos da era eduardiana, surgiu no começo do século XIX.




1820's corset from  Museum Galliera
Existem pouquíssimos exemplos de short stays, esse é um deles.

Considero inovador o fato de que pela primeira vez, desde o século XVI e os stays elizabetanos, o tronco da mulher começa a ser mais livre com esse espartilho que vai somente até a cintura, e é feito com bem menos barbatanas. Além do fato de o fan lacing permitir a mulher se arrumar sem precisar de ajuda.

Agora, o processo (em forma de pseudo tutorial) :



O meu molde eu tracei a partir de dois stays, datando entre 1800 e 1811 (edit: depois que terminei o meu stays praticamente tropecei num tutorial ensinando a fazer o molde! Deixo o link no final do post).



 Depois eu recortei ele em craft e posicionei no meu corpo mostra a foto dele no manequim, pra determinar o tamanho das nesgas. Após isso eu cortei o molde em oxford pra testar o caimento e depois fiz ajustes no craft pra só depois cortar no brim e tricoline. A silhueta que eu buscava eram seios levantados e separados, como o padrão estético da época.

Eu preciso parar pra dizer que dessa vez fui tirando fotos com a câmera e por isso não estão tão porcas, hahahaha

 As peças cortadas, 28 delas, no total.


Unindo as peças do forro e camada externa.



Detalhe interno do recorte das costas.

As nesgas eu uni pelo avesso com o resto do stays, mas pespontei pra dar acabamento.


Para as barbatanas, eu alfinetei as duas partes e marquei com lápis no forro as linhas para costurar e formar as canaletas aonde iriam as barbatanas.

Após costurar as barbatanas, fechei a parte superior e inferior com viés, deixando uma espécie de "bolso", pra encaixar o busk depois.

E nessa hora aprendi que desligar a luz da máquina deixava a foto bem melhor.

As alças costurei da mesma forma que o resto, unindo as duas partes com viés.

Ele antes de bordar os ilhós e já com o busk


Foto que postei no meu instagram enquanto estava bordando os ilhós.

Para economizar tempo, usei uma linha mais grossa, usada para fazer pesponto.


Para amarrar na frente, costurei os cordões num pequeno pedaço de tecido, onde também costurei o viés para dar o laço. O ideal seria a fita de algodão, mas a que eu tinha aqui era num tom bem destoante do resto do stays.

EDIT 6/10: 


Depois dele pronto, quando fui provar percebi que ele estava largo! Principalmente nas costas...e fiquei meio insegura me relação ao busto, parecia um tanto largo e sem a correta sustentação. O que fiz pra arrumar:

Cortei um pedaço das costas, deixando assim um bom espaço para que eu pudesse ajustar a peça no corpo e ainda assim pudesse deixar um espaço aberto na amarração. Pra vocês terem uma ideia do quanto eu tirei, antes de eu cortar um pedaço das costas, essas duas partes se encostavam.Por conta disso tive que refazer todos os ilhós (so sad =/). Para melhor ajuste no busto, passei uma fita na parte do viés pra poder franzir um pouco essa parte, como já vi em algumas peças de museus.


Resultado final:





Eu gostei bastante do resultado, e deu menos trabalho do que eu imaginava, na verdade. Pretendo usar junto com o resto do meu traje da regência baseado na Elizabeth Bennet

Vou ficar devendo fotos dele no meu corpo, a minha manequim é mais magra que eu então não dá pra saber exatamente como ele fica no corpo, mas ainda assim acho que deu pra ter uma ideia, rs.

Principais fontes consultadas:

Tutoriais e processos:
http://sidneyeileen.com/sewing-2/sewing/corset-detailing/regency-fan-lacing/#.UvJMw_ldXTB
http://thebohemianbelle1800.blogspot.com.br/2012/09/regency-short-stays.html
http://www.jennylafleur.com/study/runners.htm

Silhueta e modelagem:
http://americanduchess.blogspot.com.br/2013/04/finished-project-regency-half-stays.html
http://oregonregency.blogspot.com.br/2011/10/achieving-proper-fit-with-regency-stays.html
http://www.19thus.com/WomensClothing/OHS_Corset_c_1800_H57077.html
http://www.19thus.com/WomensClothing/MHS_WomansCorset11563.html
http://biancavonbavensen.blogspot.com.br/2014/03/how-to-draft-regency-short-stays.html

Terminologia:
http://wearinghistoryblog.com/2014/01/research-musings-regency-era-short-stays-vs-long-stays/
http://kleidungum1800.blogspot.com.br/2013/02/half-stays-la-paresseuse.html

Sobre o desafio:




O desafio  foi criado pelo blog The Dramstress, mas a Pauline do Diários Anacrônicos está fazendo a versão brasileira com as traduções, no Desafio de Costura Histórica. Nesse desafio há um tema a cada quinzena e os participantes precisam criar uma peça dentro desse tema, incentivando a pesquisa e costura histórica. Para saber mais clique nos links relacionados.


2 comentários:

  1. Ju, ficou muito bom. Queria ver uma foto dele no corpo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Eu pretendo tirar fotos com ele no corpo logo que eu pegar a minha chemise império, que ficou com a Melissa, rs.

      Excluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião! Não se esqueça de marcar a caixinha do 'notifique-me' ou deixar um email de contato para que eu possa te responder.