sábado, 12 de julho de 2014

As aventuras de Juliana na Terra Média e o que ela encontrou por lá - Parte I

          Meus lindos

          Era uma vez uma pessoa que ficou sabendo dos filmes d'O Senhor dos Anéis e pensou "só vou assistir quando ler os livros". Mas passariam anos até que ela de fato cumprisse essa promessa.
          Porque sim, eu só fui conhecer de fato O Senhor dos Anéis em 2014, depois de 13 anos desde o lançamento do primeiro filme. Antes disso eu só estava a par dos memes relacionados à trilogia. Decidi que esse seria o último ano pra ler porque eu queria ver o O Hobbit no cinema, e só faria isso se tivesse lido a trilogia + O Hobbit (sim, eu tenho essa mania). Bem, agora eu quero ler outros livros do Tolkien mas isso é assunto pra outro post.
          Aqui vou falar sobre as minhas impressões e considerações sobre os livros e os filmes. Não vou dar sinopses de nada porque né, não acho necessário.

A Sociedade do Anel: 

        Tenho sentimentos conflitantes em relação a esse livro, porque foi o que mais me deu trabalho pra ler. Eu simplesmente achava cansativo e não conseguia avançar na leitura. Levei 4 meses pra ler as primeiras 300 páginas (e ao mesmo tempo li outros livros inteiros), por mais que achasse a escrita boa. Mas depois das 300 páginas...boom! Algo em mim deu um click e eu passei a ficar viciada em SdA e a devorar os livros. Durante a leitura, me vi apaixonada pelos hobbits, principalmente o Pippin, que acho uma graça! Sendo que antes de começar a ler simpatizava mais com os elfos por motivos de: Orlando Bloom.
       No primeiro livros temos já a noção da grandiosidade dessa jornada e os sacrifícios que serão necessários. Os mapas acabam sendo essenciais para entender a história e a viagem dos personagens através de diversas regiões e culturas da Terra Média.

Citações preferidas:

" - Desonesto é aquele que diz adeus quando a estrada escurece - disse Gimli
  - Talvez - disse Elrond-, mas não jure que caminhará no escuro aquele que não viu o cair da noite"
"Pouco importa quem seja o inimigo, se não pudermos vencer seu ataque - disse Gandalf"
"O que quer que aconteça, é preciso trilhar o caminho escolhido pela necessidade" Gandalf"
"- Realmente, o mundo está cheio de perigos,mas ainda há muita coisa bonita, e, embora atualmente o amor e a tristeza estejam misturados em todas as terras, talvez o primeiro ainda cresça com mais força" Haldir
"O trabalho que nunca se começa é o que mais demora pra terminar. " Sam

As páginas com minhas citações preferidas marcadas com post-its,
repare como o primeiro livro está mais 'sujinho', devido ao tempo manuseando-o.

As Duas Torres: 

       Com um gostinho de "quero mais" na boa, tratei logo de devorar o segundo livro, que levei 10 dias pra ler (note a diferença no ritmo de leitura). Esse é o livro mais fino da trilogia, e eu fiquei ansiosa durante toda a leitura, com a comitiva separada e as dificuldades que cada um enfrentava sozinho. Pra mim é o livro mais pesado dos três. A essa altura eu já estava shippando loucamente Sam x Frodo, além de admirar muito o primeiro, e já me sentia envolvida na história por detestar o Gollum como se estivesse lá. E é nesse livro que li uma das coisas mais assustadoras de toda a minha vida de leitora: a cena em que a Laracna aparece. Quase tive calafrios, rs.

Citações preferidas:

"pois aquele que dá o primeiro golpe, se o golpe tiver força suficiente, pode não precisar dar mais golpes." Gandalf
"Não é seguro se aproximar de um animal selvagem acuado" Gandalf
"Os traiçoeiros estão sempre desconfiados" Gandalf.
"A mão queimada ensina melhor. Depois disso o conselho sobre o fogo chega ao coração" Gandalf
"Muitos que vivem merecem morrer. E alguns que merecem morrer vivem. Você pode dar-lhes vida? Então não seja tão ávido para condenar à morte em nome da justiça, temendo sua própria segurança." Gandalf
"Eu o amo. Ele é assim, e algumas vezes isso se manifesta, de alguma forma. Mas eu o amo, quer isso aconteça ou não." Sam.
"Ficaria muito satisfeito em vê-lo dormindo. Eu ficaria vigiando; e de qualquer forma, se o senhor se deitar perto, com meu braço envolta do seu corpo, ninguém poderia tocá-lo sem que o seu Sam ficasse sabendo" Sam

O Retorno do Rei

    O último livro da lista eu também achei bem ligeiro, e foi o que eu li mais rápido (7 dias). Me surpreendeu o fato de a cena na montanha da perdição acontecer na metade do livro, mas o Tolkien dedica as últimas páginas pra fechar com chave de ouro. Eu particularmente achei o final muito bom, o que só reforça o caráter épico dessa saga. Destaco o final de Frodo (apesar de meu ship não ter se tornado cannon </3), do Sméagol, e da Éowyn, foram perfeitos. O Retorno do Rei terminou pra mim como um lembrete de que mesmo com a guerra vencida, não significa necessariamente que todos viveram felizes para sempre ou que sacrifícios não foram necessários.
     E ainda tem apêndices de A a F, contando sobre a história da Terra Média, as raças e suas histórias e línguas, até mesmo os anões que não ficam muito em evidência durante a trilogia têm sua história e árvore genealógica descrita. Nenhuma ponta fica solta, e é aí que você percebe toda a grandiosidade do mundo que o Tolkien criou. Como uma amiga disse, é um livro que você gosta ainda mais quando termina.

Citações preferidas:

" - Logo pode chegar um tempo - disse ele - em que ninguém retornará. Então haverá necessidade de valor sem fama, pois ninguém se recordará dos feitos realizados na derradeira defesa de suas casas. Apesar disso, os feitos não serão menos corajosos por não serem celebrados" Aragorn
" - O que teme, senhora? - perguntou ele
  - Uma gaiola - disse ela"
" Pela manhã os conselhos são melhores, e a noite altera muitos pensamentos" Théoden.
" A necessidade não aceita a demora, mas antes tarde do que nunca" Éomer
" Mas o auxílio que chega sem ser esperado é duplamente abençoado" Éomer
" Estou contente por tê-lo comigo. Aqui, no fim de todas as coisas, Sam." Frodo
" Muitas pessoas gostam de saber de antemão o que vai ser servido à mesa, mas aqueles que trabalharam preparando o banquete gostam de manter o segredo, pois a surpresa faz com que os elogios soem mais alto"

Filmes: 


    Irei falar sobre os três filmes como um só, porque eu acho que a qualidade se manteve a mesma em todos. Achei épico, simples assim. Acho que essa é a palavra que melhor define a grandiosidade dessa obra, como nos cenários e fotografia, ambos belíssimos e bem feitos, não há como não reconhecer a Terra Média imaginada por Tolkien em sua obra. A trilha sonora também é um espetáculo a parte, assim como os atores parecem ter sido escolhidos a dedo. As mais de 2h de cada filme não se tornam nada cansativas, de tão envolvente que é a história.Não é só um ótimo exemplo de adaptação de livros mas também um dos melhores filmes de fantasia já feitos.
      Eu assisti a versão não estendida, em um box com 6 DVDs: 3 para os filmes e 3 para os extras de cada um deles. E olha, finalmente um DVD que saciou a minha sede de making off! Mas ainda assim não satisfeita fui conferir mais curiosidades no IMDB, rs. E assim como é com os apêndices de SdA que se tem uma ideia mais clara da grandiosidade da obra, foi assistindo às entrevistas e vendo o making off que tive uma noção da grandiosidade dos filmes, com todos aqueles cenários construídos, milhares de armas e armaduras criadas, caracterizações e os sacrifícios dos atores que ficaram 2 anos juntos para filmar os 3 filmes de uma vez.
    Meu filme preferido acabou sendo o primeiro, porque senti bem o impacto dessa grandiosidade de que falo e fiquei simplesmente encantada com a forma que eles trouxeram a Terra Média pra tela ( o Condado ♥). O segundo, apesar de ainda ser épico em função das batalhas, acabou me decepcionando um pouco (apenas o suficiente pra eu dar nota 4,5 ao invés de 5/5 nele, rs) por conta das mudanças no roteiro em relação ao livro. Cenas do segundo livro estão tanto no primeiro quanto no terceiro filme.

E o que ela encontrou por lá. Concluindo:

    Definitivamente valeu super a pena a espera! Acho que a experiência de assistir a um filme depois de já ter lido o livro que o inspirou é sempre mais enriquecedora. E ao longo de meses fui de completa leiga em SdA a super fã viciada. Sem dúvidas é um dos melhores livros que já e um dos melhores filmes que assisti. Nessas últimas semanas não há um dia em que eu não pense em algum aspecto da história ou saia cantando alguma das trilhas sonoras, citando alguma fala/meme ou até mesmo imitando o jeito de falar do Gollum, hehe.
     Decidida não apenas a ler O Hobbit, decidi ler Contos Inacabados e O Silmarillion, e minha pequena coleção de Tolkien aumentou ♥  Por isso essa é apenas a parte I, é bem capaz de eu aparecer por aqui pra falar mais sobre alguma obra relacionada a Terra Média, pois já estou com saudades de lá.

Minha pequena coleção de Tolkien, que eu com certeza pretendo aumentar.




4 comentários:

  1. "Como uma amiga disse, é um livro que você ainda mais quando termina."

    ainda o que?

    ResponderExcluir
  2. Finalmente encontrei alguém que decidiu esperar para ler a trilogia antes de assistir aos filmes. Só li A Sociedade do Anel (além do Hobbit) e decidi só assistir o primeiro filme. Por essa razão pulei a resenha dos dois últimos, e deixei o post nos meus favoritos para correr aqui assim que fizer a leitura da trilogia completa.

    Elogiando, mais uma vez, essa coleção linda e o post caprichado ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fez uma boa escolha em pular a resenha dos outros dois já acabei soltando uns spoilers, eu faria o mesmo, rs.

      E obrigada de novo! E confesso que me senti estava tão motivada pra escrever sobre essa saga que resolvi até tirar fotos só pra ele, acabei lembrando de um post seu sobre filmes e livros...

      Excluir

Sinta-se a vontade para expressar a sua opinião! Não se esqueça de marcar a caixinha do 'notifique-me' ou deixar um email de contato para que eu possa te responder.